domingo, 9 de maio de 2010

A ROSA E O PINTOR

Hoje em algumas partes do mundo celebra-se o Dia da Mãe, para as minhas comentadoras que o estão a celebrar, “vejam” como o celebrei em Viena de Áustria, há dois anos, numa altura em que o meu corpo andava por lá e a minha alma por cá…
Fui buscá-lo a um post que publiquei no início deste meu blogue.

PARA TODAS UM FANTÁSTICO DIA DA MÃE !

Viajei um pouco pelo mundo, muito menos do que sempre desejei, uma coisa no entanto é certa, de quase todos os lugares que visitei e visito nas minhas loucas viagens, trago um cheiro, uma emoção, um gesto, um acontecimento... que me desperta o recordar desse mesmo lugar. De Viena de Aústria trouxe algo.
Visitei-a pela 1ª vez em 2008, comemorei com os austríacos o Dia da Mãe, o deles, que difere na data do nosso, em 7 dias.
Nesse dia, que coincidiu com o dia de regresso ao lar e ao braços da família, com bastante tempo livre pela frente, para fazer o que me apetecesse, decidi dedicá-lo a uma visita ao Palácio de Belvedere, para apreciar uma exposição temporária do pintor Kokoshka de quem um amigo me tinha falado com bastante entusiasmo. Confesso que sou um pouco retrógrada em relação aos pintores impressionistas mas não me esquecerei jamais desta exposição, nem do acto que precedeu a visita.
Logo à entrada, numa altura em que a vida já estava a amaciar a minha aparente dureza e a metamorfosear-me num ser mais crente na gentileza, um jovem austríaco impecavelmente fardado, com uma vénia perfeita e bem ensaiada, ofereceu-me uma rosa amarela, disse uma frase que não entendi mas que me fez sentir tão "especial", tão única, tão feminina, tão mulher e mãe.Ele fazia o mesmo a todas as senhoras com idade para serem mães, mas eu senti como se aquele pequeno grande gesto me fosse exclusivamente dedicado, o meu ego ficou opado de orgulho por ser mãe e emocionei-me muito com esta homenagem, tão singela mas tão significativa.
Quanto ao artista Kokoshka, foi uma revelação, na sua obra, mais de 100 expostas, revela um traço em que o retrato predomina, ele transmite para a posteridade a mulher real, a mulher sem traços perfeitos, a mulher com rugas, a mulher despenteada, a mulher com barriga, a mulher.... Os esboços de nus e não só, aparentam uma leveza que parecem fáceis, consegui "vê-lo" com mãos suaves a colocarem no papel o que o seu espírito criador sentia. O seu amor por Alma Mahler é visível em várias obras e fiquei de tal modo extasiada com as suas criações que não senti o decorrer do tempo e o que tinha disponível para me manter na exposição esvaiu-se.
Resta-me a recordação, o desdobrável e a rosa seca...
***********

Vou fugir, sinto necessidade disso e desta vez afastada de um computador, volto para a próxima Doçura ou Diabruras e com alguns relatos da minha passeata…
Para todos o desejo de uma EXCELENTE SEMANA!
OBRIGADA POR ESTAREM COMIGO! LEVO-VOS EM PENSAMENTO E NO CORAÇÃO.

22 comentários:

  1. Antes de mais: Boa passeata :))
    É tão bom quando um simples gesto nos faz sentir especiais, se bem que o jovem austríaco tenha repetido o gesto, quem sabe, centenas de vezes, o facto de ter sido sentido e de ter tido uma intenção genuína, faz com que tenha sido tão marcante...
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito do Palácio de Belvedere, incluindo os jardins.
    Quanto a Kokoshka, é juntamente com Klimt, o expoente máximo do impressionismo austríaco.
    Boa passeata, embora o tempo não ajude.

    ResponderEliminar
  3. Querida Mariana vou fazer os "impossíveis" para que a passeata fique também na recordação das "únicas", espero que o tempo não a estrague, mas vou preparada para tudo...
    A entrega de rosas às senhoras era um gesto de charme do Museu, ele foi contratado para isso e ensaiado... mas tal não me retirou a sensação de unicidade.
    Beijinhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar
  4. Querido Pinguim tenho vontade de voltar à Aústria...mas há tanto para ver e o "tempo" está cada vez mais curto.
    Os jardins são lindíssimos e estão (estavam) muito bem tratados.
    Beijinhos "sem embrulho" para ti!

    ResponderEliminar
  5. Boa semana e bons passeios.
    Bjocas
    Patty

    ResponderEliminar
  6. Querida Patty muito obrigada, igualmente!
    Beijinhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar
  7. Querida Lu.a muito obrigada e para si uma excelente semana! Que venha um solinho.
    Beijinhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar
  8. Obrigada pelo beijinho do dia das Maes e fico a sua espera. Boa fugida , boa passeata.
    abraços

    ResponderEliminar
  9. Por acaso adoro pintura impressionista!
    As mulheres adoiram estes pequenos gestos de atenção e se os homens se dessem ao trabalho, nunca haveria falta de amor e desentendimentos! Afinal contentamo-nos com tão pouco!
    Gostei da tua narrativa! beijinhos
    Já tenho a postagem completa com o Herman José!

    ResponderEliminar
  10. Bom passeio Maria Teresa e divirta-se muito. Tem um selo no meu blogue, penso que é um selo que reflete o trabalho de determinadas pessoas neste mundo "blogueiro", daí que eu tivesse tentado seguir a minha consciência e o ofereçer por assim dizer aos 15 que acho que marcam a diferença entre os que visito assíduamente. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  11. Querida Lis muito obrigada e até ao próximo fim-de-semana.
    Beijinhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar
  12. Querida Susana, acredita que me senti mesmo "importante", tão importante que sequei a rosa e a guardo...
    Vou ver!
    Beijinhos "sem embrulho" para ti!

    ResponderEliminar
  13. Querida Olga, dois :):):) muito obrigada, pelos votos e pelo selinho, vou buscá-lo mas só o publico quando voltar, pode ser não pode?
    Beijinhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar
  14. Mais do que os lugares, são as recordações que guardamos deles. Espero que o período de introspecção não seja longo, porém que demore o tempo que for necessário, a um regresso em grande e revigorado.

    Deixei um miminho para si lá no meu blogue.

    Um beijinho de mãe para mãe :)

    ResponderEliminar
  15. Olá, Maria Tereza...
    estou passando aqui para lhe dizer que seu blogue está entre os meus 15 escolhidos ao Prêmio Dardos.
    Todas as especificações sobre o prêmio está na última postagem do meu blog:

    http://curvasdapalavra.blogspot.com/2010/05/premio-dardos.html

    Passe lá para conferir.

    Beijos.
    Ricardo.

    ResponderEliminar
  16. Querida Chapéu muito obrigada! Com estes votos, acabei por o comemorar duas vezes.
    Beijinhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar
  17. Querida Helga vou certamente buscá-lo. Mas "parto" amanhã logo de manhãzinha, estou com o tempo para dedicar ao computador espartilhado. Muito obrigada!
    Beijinhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar
  18. Querido Ricardo agradeço a sua gentileza e evidentemente que aceito mas, como já anteriormente disse, estou de partida, voltou no fim-de-semana, tratarei de o publicitar nessa altura.
    Beijinhos "sem embrulho para si!

    ResponderEliminar
  19. Pois, comento hoje este tb...
    Gosto muito da forma como escreve.
    E como mãe, obrigada! Beijinhos...

    ResponderEliminar
  20. Querida Gi, obrigada eu!
    Beijinhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar