quinta-feira, 18 de março de 2010

JP73

Por eles, por ti e por mim, gosto de te recordar como eras, quando os teus olhos ainda brilhavam…Farias hoje 73 anos!
Penso em ti com um certo carinho, algo que existe para além de mim, relembro a doçura do homem que eras antes de adoeceres…
Sinto-me em paz!

UM HOMEM QUE ESTÁ!

Um homem que está
no meio da entreaberta porta
apenas não fechada ainda
ou já
está
entrando ou saindo dela
(…)

um homem está
na entreaberta
entretanto
porta
apenas não fechada ainda
ou já

Ana Hatherly, in "Um Calculador de Improbabilidades"

49 comentários:

  1. Querida Pérola era o meu marido. Faleceu há três anos e faria hoje 73 anos.
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  2. é sempre bom saber que existe alguém que recorda outro alguém com carinho,com doçura!

    Como é bom recordar aqueles olhos que brilhavam!

    Um beijinho muito especial para si Maria Teresa!

    O poema como sempre lindissimo e como de costume sempre bem escolhido para o tema!

    ResponderEliminar
  3. Querida Canhota é um dia que nós recordamos sem angústia, com ternura e alguma saudade... a vida traz e leva.
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  4. Lembro-me de andar sobre os teus pés no corredor lá de casa...
    Lembro-me de correr para os teus braços quando me ias buscar à escola....
    Lembro-me de te esticar a mão para a beijar antes de eu ir dormir!
    Lembro-me do dia em que me levaste até ao altar...
    Lembro-me de como ficaste feliz quando soubeste que ias ser avô...
    Lembro-me de ti todos os dias. Hoje e sempre! Parabéns, meu anjo da guarda!

    ResponderEliminar
  5. Querida Ana Rita eu sabia que ias gostar que eu hoje fizesse esta pequena alusão ao teu pai.
    O teu irmão já sabe dela...
    Mantêm essas imagens que eu também as tenho.
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  6. Eu adoei seu cantinho, vou ler mais coisas por aqui, seu coração, sinto aqui, e é lindo viu, ja sigo vou vir sempre.
    com carinho
    Hana

    ResponderEliminar
  7. Olá "maezinha"!
    Fico impressionado da maneira natural com que encaras a ausência da pessoa que amas, normalmente as pessoas são muito derrotistas em relação à morte.

    Beijo!

    ResponderEliminar
  8. Como é bom poder recordar alguem assim, com este brilho nas palavras!

    Hoje ainda com mais carinho, Bjs dos Alpes para si...

    ResponderEliminar
  9. Querida Hana fico muito sensibilizada quando alguém que não me conhece, consegue interpretar apenas através das minhas palavras os meus sentimentos.
    Não sou "lamechas", não costumo carpir sobre factos imutáveis, mas algumas vezes, há um despertar nos afectos~que me obriga a fazer "qualquer" coisa.
    Obrigada por ter "entrado" e por ter deixado um pouco de si, a sua opinião, este cantinho passou também a ser seu, como o é de quem me lê e comenta, quer goste ou não.
    Volte sempre que quiser e puder,´será sempre bem-vinda.
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  10. Querido JP, quando nascemos vimos condenados à morte! Somos mortais!A maior prova de amor que podemos dar a quem amamos, é deixá-los partir quando estão muito doentes...Eles continuam a viver em nós!
    A VIDA é para ser bem aproveitada, mas sem "excessos"...
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  11. Querida Maria Teresa,
    chorei não de tristeza mas de alegria, pelo texto deverás lindo e pela fotografia que aqui se encontra a beleza de um homem muito elegante, os olhos, a barba deixaram -me a sonhar com um amor assim.
    Obrigado por me honrar com tamanhas histórias e fazer-me acreditar que amanhã pode ser sempre um dia melhor.
    Abraço apertado
    ternura e carinho

    ResponderEliminar
  12. Querida Flor obrigada!
    Eu gostava de conseguir exprimir-me como a flor consegue, com poesia! É, por isso, que quando não sei "dizer" o que sinto, "roubo a palavra" ao poeta, como fiz com o poema da Ana Hartherly.
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  13. Querida Sairaf claro que há sempre dias de "sol"! A vida é assim, tingida de várias cores, mas na sua génese estão sempre o preto e o branco.
    Temos que lutar pelos nossos sonhos mas aceitar o que é inevitável e seguir em frente, com outros sonhos, com outras "metas". Nem sempre é fácil, mas é sempre possível.
    Obrigada pela sua amizade e carinho!
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  14. Faço copy paste, com o devido respeito, para posts assim... "há coisas que não se comentam. Sentem-se"

    Tudo de bom.

    Fica bem

    ResponderEliminar
  15. Um amor assim é pra vida toda e além dela...

    ResponderEliminar
  16. Percebi a tua dica Maria...:))Obrigado!!

    ResponderEliminar
  17. Maria Teresa, um grande beijinho para si neste dia, em que a saudade celebra a recordação de um amor, que apesar de ausente, está sempre presente.

    :)

    ResponderEliminar
  18. Tu és tramada!
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  19. Querido Aflores a blogosfera tem-me surpreendido com a existência de pessoas que, não se conhecendo, arranjam sempre uma palavrinha que "encaixa" na hora exacta... são pessoas de uma grande sensibilidade, que se preocupam com os seus semelhantes, tu estás entre eles...
    Não comentaste (?) mas disseste muito, obrigada!
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  20. Querida Pitanga tens razão... mas como estou viva e AMO A VIDA, continuo a fazer o que ele gostaria que eu fizesse e o que eu gostaria que ele fizesse, se eu tivesse partido primeiro.:):):)
    Pareço a "outra": eu sei , que o senhor sabe, que eu sabia,...
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  21. Querido JP, eu esperava que percebesses. Não te "conheço" mas leio-te e gosto do homem jovem que deves ser! Não pretendo dar-te lições, eu é que preciso delas, para compreender melhor a tua geração, lembra-te que vais fazer parte do futuro... a "bola" vai passar a estar nas tuas mãos e na dos da tua geração.
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  22. Querida Helga o AMOR mesmo que nos traga momentos menos bons, não se esquece...ou então não foi AMOR.
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  23. Querido Carapau, com o teu comentário "tramaste-te".
    Obrigada! Tal como já disse ao Aflores, embora ele não dissesse o mesmo que tu, usaste a palavra certa no momento exacto...
    E leva lá uns beijinhos embrulhados!

    ResponderEliminar
  24. Lamento Maria Teresa, mas se está em paz é porque esteve ao lado dele e fez o que conseguiu fazer por ele, e foi a sua companheira. Fica sempre a saudade por aqueles que partem, mas penso que é cá que deveremos dar o apreço a quem o meresse, depois fica mesmo só isso as nossas dedicatórias e as palávras para as estrelas. Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  25. Querido Ricardo, o meu comentador mais jovem e todo despachado a escrever um comentário, que bom! Gosto de saber e de apender com os jovens como tu.
    É claro que fui companheira, amiga, amante, mulher, cúmplice, ... do JP, amei-o muito e sei que fui muito amada por ele!
    Mas também lhe dei o apreço que ele mereceu (atenção à ortografia)e depois não fica só o que tu dizes...ficam outras coisas, fica uma presença invisível que se sente no cheiro dos locais por onde se passou, nas paisagens que se observaram em conjunto...e muito mais.
    Obrigada pela tua visita, volta sempre que te apetecer e puderes, gostarei de continuar a conversar contigo.
    Beijinhos embrulhados para ti

    ResponderEliminar
  26. Um grande abraço, Maria Teresa! Um abraço virtual, bem sei, mas com todo o sentimento de carinho possível de ser transmitido desta forma. E muito obrigada por partilhar connosco mais esta pessoas especial na sua vida, que tantos momentos bons lhe trouxe, e que, a partir de agora, ficará também num cantinho dos nossos corações. Beijinhos!*

    ResponderEliminar
  27. Fotos são recordações pra sempre e ve-las o passado volta forte , a saudade doi e doí. Por ouro lado é lembrança boa , momentos inesquecíveis .
    Homenagens carinhosas e poema lindo.
    meus abraços

    ResponderEliminar
  28. Querida Adek o seu abraço chegou inteirinho e soube-me muito bem...um abraço dado com amizade e carinho é um gesto que me agrada sempre.
    Muito obrigada pelas suas gentis palavras que sei serem sinceras.
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  29. Querida Lis eu procuro recordar apenas as coisas boas, as pessoas que continuam a amar-me e aquelas por quem vou começando a sentir amizade, vão-me preenchendo o coração e retirando o lugar à dor, felizmente.
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  30. Olá, Maria Teresa!

    Este será sempre o grande dilema do Ser Humano, embora muitos de nós saibamos "sacudir" a pressão que teimará em persistir nas nossas vidas, após o falecimento de um nosso ente querido!

    É muito bom lembrarmo-nos, sempre, dos que "partem"!

    Um beijinho,

    Renato

    ResponderEliminar
  31. Querida Maria Teresa o comentário que o Ricardo lhe deixou, fui eu... esse é o meu filhote mais novo, o meu tesourinho. Até poderia lhe ter deixado um comentário, mas garanto que seria um comentário que iria lhe deixar o coração todo derretido porque ele é um doce. Este acontecimento deve-se a eu usar os computadores dos filhos e não reparar que são eles que estão com a sessão aberta e depois acontecem estas situações. Como é minha amiga virtual está oficialmente convidada a acompanhar este querido e outro mais velho que é um apaixonado por livros, por música e pelo Japão.

    ResponderEliminar
  32. Querido Renato a partida do JP afectou a vida de todos os que o amavam, mas todos nós continuámos a VIVER, o melhor que podemos e sabemos...
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  33. Dizem que recordar é viver, ou pelo menos é manter a memória viva...

    ResponderEliminar
  34. Querida Olga ri-me como não podia deixar de ser! Vi-me um pouco aflita para responder de modo a que "ele" não pensasse que o estava a tratar como uma criança, mas ao mesmo tempo a sentir que ele devia ser um geniozinho.
    A resposta foi dada com um "olho no burro e outro no cigano" e até me permiti chamar a atenção para um erro de ortografia, o que não faria a um adulto.:):):)
    De qualquer das maneiras o conteúdo da minha resposta é para si!
    Irei visitar o Ricardo sim! Do outro não sei o link.
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  35. Querida Chapéu a memória ainda está viva e recordar, só recordo momentos bons, porque momentos menos bons também existiram.
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  36. Se está na nossa memória e no nosso coração, então nunca está longe. É bom recordar aqueles que nos marcaram tão intensamente...

    Bjokas

    ResponderEliminar
  37. Querida Anira, se assim não fosse não seríamos humanos...
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  38. Que linda foto! esse olhos são doces, como doces e carinhosas as palavras. Adorei este post Maria Teresa.
    Bjs

    ResponderEliminar
  39. Querida Maria Teresa,
    Hoje faz cinco anos que o meu Pai faleceu e por isso também é uma data especial para mim...
    beijinhos

    ResponderEliminar
  40. Querida Lilá(s) estes olhos que tantas vezes me olharam, que tantas vezes admirei, a partir de certa altura ficaram baços, não me deixavam ler, nem adivinhar o que se passava por trás deles...A doença e os medicamentos destruiram-nos...
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  41. Querido Tio mesmo que não se queira, há sempre datas, que são "mais datas, datas que nos marcam mais...
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  42. Não...não morreu, está no seu coração.

    ResponderEliminar
  43. Querido Ergela e terá que estar foi meu companheiro durante 40 anos.
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  44. Tive a ler todas as mensagens e todas as tuas respostas e tenho a dizer que és uma mulher muito sábia, embora eu já o soubesse, ainda não te tinha dito, e quando chegar à tua idade, espero ser assim também, és um exemplo a seguir! =D

    xoxo

    ResponderEliminar
  45. Querida Pinkk vou contar-te um "segredo": temos que viver a vida, FAZENDO parte dela, não a deixando apenas PASSAR...
    A VIDA não é apenas cor-de-rosa. todas as suas cores têm o seu encanto, temos é que o descobrir.
    SÊ TU MESMA! E quando chegares à minha idade verás que não tens que te arrepender.
    Os AMIGOS SINCEROS, os que nos dão na cabeça, quando é preciso, são um BEM a não perder... eu tenho amigos desses mas que desconhecem a minha existência na blogosfera.
    Obrigada pelo teu elogio, sabe sempre bem ...
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  46. Há determinados textos, que por serem muito pessoais, fico sempre na dúvida se devo ou não comentar.
    Mesmo sem ter lido qualquer comentário, adivinhei de imediato que era sobre o teu falecido marido.
    É uma homenagem muito bela e que eu valorizo ainda mais, pois tu usas aqui no teu blog uma forma de dizeres as coisas sem tentares esconder factos ou pessoas, com acontecimentos contados na primeira pessoa e fotos, como eu faço também.
    Um beijinho especial hoje, para ti, minha querida.

    ResponderEliminar
  47. Querido Pinguim, muito obrigada!
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  48. :) A tentar ler tudo atrasado... tive de parar neste e comentar...
    Só para mandar um beijinho...

    ResponderEliminar