sábado, 27 de março de 2010

DESABAFO

Último dia de uma semana de sobressaltos, que terminou com uma decisão, que andava a protelar quase há um ano.
Hoje o DOÇURAS OU DIABRURAS vai de fim-de-semana. Também merece!

EU estarei deste lado do ecrã e todos vós que me lêem, comentam e acarinham desse outro. Separa-nos um véu, o véu da virtualidade que, tantas vezes e por bem, se rompe.
Sou CARNE e ALMA! Sou FOGO! Sou ÁGUA! Sou TERRA! Sou AR! E sou… AMOR!
Tive a coragem de dizer BASTA! BASTA a quem teima em tentar sugar-me a ALMA! BASTA a quem não aprendeu o significado da palavra RESPEITO! BASTA a quem vive uma MENTIRA!
É uma ATITUDE minha que me causa SOFRIMENTO, não o posso negar, mas cansei-me de ESPERAR, esperar por uma PROVA, um SINAL…
Quando somos concebidos somos condenados à MORTE. Porque não matarmos ATITUDES, COMPORTAMENTOS, AFECTOS, …? É DOLOROSO? É sim! Vai doer durante uns tempos? Não o vou negar! Mas a MORTE de quem amamos deve doer muito mais! E EU já A senti e sinto, em todos os poros do meu CORPO, em todos os recantos da minha ALMA.
Estou SERENA e ORGULHOSA de mim!

QUERO…
Quero poder respirar
E o mundo abraçar!
RIR sem temor,
plena de AMOR!
Comungar IDEIAS!
FALAR sem MEDOS!
QUEBRAR CADEIAS!
NAVEGAR com CALMA,
por entre os dedos
das marés da ALMA!
Maria Teresa
**********

UM BOM FIM-DE-SEMANA PARA TODOS, DESEJO FORMULADO COM O CORAÇÃO.

Nota:
1-O meu desabafo refere-se a uma parte da minha existência, da minha vida, da qual pouco ou nada falei aqui. Mas irei falar!
2-Aos comentários do post A CAMELÓRIA, peço desculpa por não ter respondido um a um como é hábito, estava em fase de “GRANDES TOMADAS DE POSIÇÃO” e a cabeça encontrava-se em situação de disfunção (ela nem sempre funciona bem, mas…:):):) ).
3-Como estamos em fase de contenção de despesas, já comecei a tirar o papel de embrulho aos meus beijinhos, por isso não se admirem por eles aparecerem “sem papel”, é menos higiénico, mas são mais saborosos, como um de vós disse.
4- Sinto-me segura aqui, a escrever os meus lamentos e saber que há quem os leia e me compreenda…

44 comentários:

  1. Querida Calendas é uma verdade que precisava de escrever, para me dar mais força. Bem preciso...
    Beijinhos "sem embrulho" para ti!

    ResponderEliminar
  2. Desejo um óptimo fim de semana =)**

    ResponderEliminar
  3. Maria Teresa, devemos ser sempre fiéis a nós e ao que nos liberta de nós e das palavras. Matar atitudes e afectos, é apenas lembrar-mo-nos de quem somos e do que queremos para nós. Se sentiu que estava na hora dessa tomada de posição, então tomou a atitude certa. Liberte-se!

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  4. Oi maria teresa
    existe limites e um desabafo fecha um ciclo , jogamos fora os restos , aqueles últimos dificeis de sair , tipo nódoas. Então livres , podemos tudo.
    te dou cobertura, rsrs desabafe , fale o que quiser,ok?
    nao se se reparou rs gosto mais de abraços, são mais intímos e verdadeiros .
    boa tarde de sábado , bom domingo

    ResponderEliminar
  5. Somos como uma "represa", esporadicamente temos que abrir "comportas", e deixar fluir atitudes, sentimentos, afectos...O equilíbrio apenas se mantém se libertarmos "águas represadas", que há muito sabíamos serem nefastas...Mas, crentes na dissipação, acabamos por adiar a sua libertação.

    Como a Compreendo, Planeta M

    ResponderEliminar
  6. Querida Menina muito obrigada!
    Beijnhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar
  7. Querida Helga as suas palavras são aquilo que eu preciso de ouvir...
    Está certa! Obrigada!
    Beijinhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar
  8. Querida Lis este desabafo foi uma das coisas melhores que fiz nos últimos tempos. Trouxe-me uma tranquilidade que até nem esperava.
    Para si, uma vez que gosta mais, um abracinho e obrigada!

    ResponderEliminar
  9. Querida Ana tu sabes!
    Beijinhos "sem embrulho" para ti!

    ResponderEliminar
  10. Querida Marlene pelas suas palavras percebo que me compreende bem, nelas traduz o que eu andava a sentir há muito, mas sem coragem para tomar a atitude que considerava e considero ser a correcta. Peca apenas por ser um pouco tardia, mas "mais vale tarde do que nunca"! Bem-haja!
    Beijinhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar
  11. Seja qual decisão vc tomou embora eu desconheça o assunto, q seja somente para o teu bem estar e nada mais.
    Parabéns por tua transparência amiga.
    Uma maravilhoso dia.
    Beijokas.

    ResponderEliminar
  12. Querida Pérola a decisão tomada foi para o meu bem-estar, sem dúvida alguma.Está a doer mas vai sarar, tenho sarado "feridas" bem piores.
    Beijinhos "sem embrulho" para ti!

    ResponderEliminar
  13. E nós estamos aqui para ouvir, apoiar sem julgar... isso deixamos para quem se preocupa mais com a vida dos outros do que com o seu bem-estar... é diferente, na minha opinião.
    Bom fim de semana e muita força.
    (Por aqui o ânimo tb não anda muito por cima, mas são fase e um bocadinho de sol há-de resolver)

    ResponderEliminar
  14. E há sempre alguém que aparece para deixar um grande abraço e desejar um bom e pelos vistos bem merecido fim de semana.
    Bjs

    ResponderEliminar
  15. O quê? Também andas a poupar no embrulho comigo? Já não sou mais tua amiga!

    ResponderEliminar
  16. Querida Shakti para si também e obrigada!
    Beijinhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar
  17. Querida Reflexos eu também creio que é uma fase que vai passar, sou uma optimista por natureza.
    Só coloquei este desabafo na blogosfera para que, ao torná-lo "público" me "obrigue mais" a não ter uma recaída...Estou a "servir-me" de vós como barra de apoio, uma barra bastante "forte".
    Aos amigos reais não contei nada, eles davam-me com um "barrote" na cabeça, aliás nem sabem que tenho um blogue.
    Obrigada!
    Beijinhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar
  18. Querida Lilá(s) e que bem que me soube esse abraço, com cheitinho a flor de jacarandá. Bem-haja!
    Beijinhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar
  19. Querida Ana Rita :):):)
    Parecias a nossa pequenina...
    Beijinhos "sem embrulho" para ti!
    Assim são muito mais saborosos, mais saborosos do que os chocolates que tu e os teus filhos, vão comendo por aqui!

    ResponderEliminar
  20. Maria Teresa, Parabéns!
    Por ter a coragem de dizer basta, a algo que lhe estava a magoar
    (há com cada melga que nos sugam as forças até ao tutano, é só venha a nos o vosso reino)...
    Quando temos uma calosidade, ou sofremos a arranca-la de vez, ou mudamos sempre de calçado, sempre com a consiencia que doi se apertado, uma e outra vez, vezes sem fim...
    Ao ler o seu desabafo através do véu virtual que afastei para tentar espreitar o seu sentir, lembrei-me de ir ao meu baú e tirei um poema ao qual sacudi o pó e coloco aqui...

    Já faz tanto tempo
    Ficou um vazio sem fim
    Promessas, levo-as o vento
    A solidão se apoderou de mim

    Como dói o adeus
    Adeus que não se diz
    Pressenti nos actos teus
    O rasgar de minha cicatriz

    Se um poema ainda eu escrever
    Nas teias da madrugada
    O apagarei, antes do amanhecer
    Meu, não colherás mais nada

    No meu silêncio acredito
    Ele sanará a dor sarcástica
    Ninguém ouvira mais um grito

    Não percamos nem mais uma gota
    Deste tempo já sem tempo
    Chega! De tanta mentira rota

    Ps.E não se esqueça que estamos de olho em si...

    Bjs dos Alpes e bom domingo...

    ResponderEliminar
  21. Querida Flor não se como agradecer-lhe esta dádiva... fico-lhe eternamente grata.
    A minha mágoa não é caso mortal, não passou de uma "relação" virtual...mas teve momentos muito "aconchegantes", deixei-me envolver demasiado, mesmo detectando mentiras...
    Fiz bem em desabafar! Foi uma atitude bem tomada!
    Bem-haja!
    A pouco e pouco irei revelando esse meu lado de "menina" que ainda acredita em "princípes"
    Beijinhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar
  22. Despedidas sempre custam taaaaanto.

    beijos embrulhados ou não.

    ResponderEliminar
  23. Querida Pitanga umas mais do que outras ... conforme o dia vai passando, eu cada vez me vou convencendo mais, que esta vai custar pouco.
    Beijinhos "sem embrulho" para ti!

    ResponderEliminar
  24. Procure ser FELIZ minha amiga.
    Diga sempre o que pensa.
    Mantenha esse DON para a escrita.
    Cá estarei, àvido dos seus contos.
    Bom Domingo
    Bjs
    G.J.

    ResponderEliminar
  25. Querido Gaspar muito obrigada, sabe-me bem saber que "desse lado" há quem acredite que devemos dizer o que pensamos, devemos ser LEAIS e CONFIANTES. Leal sou, confiante cada vez sou menos.
    Beijinhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar
  26. Ponderou, tomou uma decisão, agiu em conformidade. E se sente bem com a atitude que tomou, vá em frente.

    Bjokas e bom fim de semana!!

    ResponderEliminar
  27. Querida Anira cada comentário que leio, cada mail que recebo,... me convece mais que devia ter tomado esta atitude há muito tempo.
    Obrigada!
    Beijinhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar
  28. Olá Maria!
    Eu gosto muito de te ler,a sério que gosto,mas "vais ter" que explicar o que se passa contigo,é que não percebi nada...

    Beijo!

    ResponderEliminar
  29. Sim, compreendo e acho muito bem o teu "grito de Ipiranga", mas espero algo mais para o perceber melhor...
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  30. Querida Maria Teresa

    O uso correcto e digno da blogosfera dá-lhe os estatuto de utilidade pública, como em muitos locais e ocasiões tenho tido a oportunidade de defender.

    Quanta dignidade não trás a este meio de comunicação bi-direccional a partilha que aqui fazes com todos que te leem...

    Que este seja um grande momento de FELICIDADE para ti... sabendo-te bem também nos sentiremos felizes.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  31. Como escreveu a tua filha, também eu digo "sem comentários".
    Creio que dá para perceber o que se passou, pelo rasgão que há no véu virtual do teu "embrulho". Mas fico aqui sentado à espera, não que te soltes como diz a Calendas, mas à espera de ver a coragem (?)com que te abres aqui.
    E esses actos eu não comento.
    Pelos vistos já começaste a poupar no papel. Deve ser prá viagem. :-)
    Bjo.

    ResponderEliminar
  32. Querido JP vou explicar... eu prometo. Mas deves saber que não são só os mais jovens como tu, são também os menos jovens como eu, que se iludem com palavras "bonitas", "namoriscam" e são iludidos e quando isso acontece dá-se uma rotura que dói.
    Beijinhos "sem embrulho" para ti!

    ResponderEliminar
  33. Querido Pinguim vou contar quando me conseguir rir da minha estupidez e da minha ingenuidade.
    Está tudo ok? Não está?
    Beijinhos "sem embrulho" para ti!

    ResponderEliminar
  34. Querido Vicktor as tuas palavras ajudam-me a lavar a alma e a sentir-me menos "estúpida", deixei-me levar como se fosse uma adolescente...
    Beijinhos "sem embrulho" para ti!

    ResponderEliminar
  35. Querido Carapau há palavras que valem por um livro inteiro. Claro que me vou soltar, como diz a Calendas, tendo a coragem de contar tudo como opinas tu(contentei os dois) Penso que a história que teve por base o meu desabafo vos vai pôr a rebolar a rir, com a minha ingenuidade, fragilidade e até "parvoeira".
    Beijinhos "sem embrulho" para ti!

    ResponderEliminar
  36. Maria Teresa, pelo que já li aqui nesta linda casa temos aqui uma mulher Guerreira, cheia de vida e de algo para nos ensinar. As mudanças quando são realizadas com o coração, penso que são sempre acertadas. Quanto aos beijinhos venham eles como vierem, ou se vier só um carinho também é bom. Fico à espera de novidades. Quanto às respostas, não precisa nos responder sempre se não, não vai fazer outra coisa na sua vida com tantos comentários e tantos blogues que segue. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  37. Querida Olga hoje já não é ontem, está a custar muito menos do que temi... os desbafos tiram "espinhos" da garganta e passa-se a respirar e a ver o mundo ainda mais colorido.
    Beijinhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar
  38. Nada melhor em dizer o que se pensa e por os pontos nos 'is'.
    Espero que o fim-de-semana tenha sido bom :)

    ResponderEliminar
  39. Querida C*inderela é uma questão de sermos honestas com o nosso modo de estar na vida.
    Beijinhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar
  40. Querida Teresa!

    Quando nos sentimos assim a melhor atitude a tomar foi a que a Teresa tomou! Bato palmas pelo facto de a ter feito pois coragem para o fazer nem toda a gente a têm e a Teresa é uma "mulher de armas" sem duvída, já o provou e continuará a prová-lo!

    Adorei:
    "Sou CARNE e ALMA! Sou FOGO! Sou ÁGUA! Sou TERRA! Sou AR! E sou… AMOR!"

    jinhos :)

    ResponderEliminar
  41. Querida Canhota é costume dizer-se que os "Elementos" são 4, eu gosto de acrescentar um quinto,aquele que no fundo nos faz sentir como sendo mais um ou outro dos quatro, o AMOR.
    Beijinhos "sem embrulho" para si!

    ResponderEliminar