segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

UMA FLOR PARA SI!

Hoje já recebeu uma flor? Não! Mas vai receber…aqui vai uma ACÁCIA para si! Especialmente para si!

Todas as flores têm uma linguagem própria. Na época do romantismo as flores serviam de mensageiras de uma linguagem cheia de afectos, de pensamentos mais ou menos inocentes, mais ou menos atrevidos e até maliciosos. Havia diálogos e diálogos… através do envio de flores.
As noivas do tempo da minha mãe e do meu também, levavam um ramo de flor de laranjeira e não era por acaso, a flor de laranjeira era um símbolo de virgindade. Eu não levei um ramo, calma… levei um alfinete de peito elaborado com estas flores, o meu ramo de noiva era de nardos (voluptuosidade) com um aroma muito agradável.
Este hábito, de expressar sentimentos através de simples ou requintados espécimes nasceu no Oriente, mas foi-se perdendo com a modernidade.
Nos tempos de hoje oferecem-se flores de qualquer maneira, um simples malmequer campestre, uma sofisticada orquídea, uma rosa azul(?), um ramo, um ramalhete, uma cesta, uma flor envasada… algumas vezes com uma mensagem escrita, outra vezes nem isso, e a pobre da flor ou das flores ficam tristes pois poucos compreendem a sua linguagem, nada percebem da sensibilidade mágica que se esconde por detrás delas…

Hoje, neste cantinho, regressei a esse mundo…
Nota: Para ler melhor a página ,que dá o significado da ACÁCIA, basta clicar sobre ela

23 comentários:

  1. O que quiseste dizer "eu não levei o ramo, calma"? :) Eu gosto de receber flores! Desde que não sejam albricoques!!! Beijinhos floridos!

    ResponderEliminar
  2. Querida filha queres que te explique? Precisas mesmo? Em público? Então cá vai... No meu tempo de noiva todas as virgens levavam um ramo com flor de laranjeira, deves calcular como eu era...não queria um ramo com essas flores mas casei-me virgem...logo levei o símbolo da virgindade, ao peito, numa pregadeira... E para a próxima não faças destas perguntas à frente de "toda a gente", tá? É que isso no teu tempo já não se usava e no tempo da tua filha, prepara-te, ainda menos...
    Beijinhos embrulhados para ti, minha "patarolha"!

    ResponderEliminar
  3. Ho,Ho,Ho
    Os meus Votos de um Feliz Natal, cheio de Paz, Amor e Saúde
    Beijocas
    Ana Zuzarte

    ResponderEliminar
  4. Eu também não percebo do significado das flores. Gosto das que me parecem mais bonitas!:p

    ResponderEliminar
  5. Olá Maria Teresa, venho retribuir a sua simpática visita ao Ares. Gostei muito de ler este texto e achei bastante original o ter levado o alfinete de peito com flores.

    ResponderEliminar
  6. Desejo Feliz Natal e Vida Nova para todos, colaboradores, comentadores e visitantes deste blogue

    Cumprimentos
    João

    ResponderEliminar
  7. Não percebo muito do assunto, mas tenho imensa curiosidade; tal como em relação ao significado dos nomes. Compro as flores que gosto e quando gosto, quando são para ornamentação da minha casa. No entanto, acho que faz todo o sentido, aquando da oferta, ou ocasião especial - casamento -, ter em conta os seus significados. É realmente bonito que haja uma história, um sentimento por trás de um ramo. Caso contrário, mais vale uma caixa de bombons =)

    ResponderEliminar
  8. Salve !
    Em busca de leitores e de petrocínio para o meu blog, estou aqui para convidá-lo a conhecer "FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER...", em http://www.silnunesprof.blogspot.com
    Professora e pesquisadora da cultura brasileira, acredito num mundo melhor com menos violência através do exercício da leitura e da reflexão.
    O afeto e a educação continuam sendo o maior bem que podemos deixar para os nossos filhos. Com amor, toda criança será confiante e segura como um rei, não se violentará para agradar os outros e será afinada com o seu próprio eixo. E se transformará num adulto bem resolvido, porque a lembrança da infância terá deixado nela a dimensão da importância que ela tem.
    Além disso, divulgar esse imenso país com suas belezas naturais e multiplicidades culturais têm sido outra de minhas metas, afinal ninguém pode amar aquilo que não conhece, não é verdade. Eu me apaixonei pelo Brasil aos 12 anos, depois de ler "O Auto da Compadecida", de Ariano Suassuna para fazer uma peça de teatro na escola onde estudava - Chicó foi o meu primeiro amor. Penso que falta ao povo brasileiro conhecer mais o seu país. Ultoimamente temos visto tantos escândalos na TV, dinheiro em mala, en cueca, em bolsa, escondidos até em meia...tanta gente passando necessidade e essa raça de políticos desviando milhões dos cofres públicos, deixando o povo a mercê da própria sorte. Uma total falta de respeito para com o seu país. Falta a essa gente o sentimento de pertencimento, afinal o Brasil ainda é o melhor lugar para se morar.
    Bem, se você achar a minha proposta coerente, VAMOS TODOS JUNTOS NA LUTA POR UM MUNDO MELHOR.
    Atualmente moro dentro de um pedacinho da Mata Atlântica, ruídos aqui só o canto dos pássaros, o Curupira,do Caruara, a Pisadeira ... vez por outra o Saci aparece aprontando das suas. Devido a localidade ser muito alta, o sinal que chega do meu 3G é muito precário, nem sempre posso estar online. Alé, disso tenho outro probleminha: os relâmpagos. Espero que compreenda as diversas limitações de quem escolheu viver no meio do mato e, na medida do possível, vou respondendo os e-mails que chegam e atualizando o meu blog FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em http://www.silnunesprof.blogspot.com
    Se você ainda não o conhece, dê uma chegadinha por lá, é só clicar no link em azul. Deixe para mim o seu comentário.
    Que a PAZ e o BEM te acompanhem sempre e que os bons ventos soprem a seu favor neste ano de 2010 que se inicia.
    Saudações Florestais !
    Silvana Nunes.'.

    ResponderEliminar
  9. É bastante interessante ver como as flores tinham diversos significados..e já agora, não gosto nada desses ramos todos cheios de brilho e flores "pintadas", prefiro um ramo simples e sem grande arranjo =) Acho bem mais bonito!

    beijinho*

    ResponderEliminar
  10. Quando pensei este comentário, certamente jocoso à minha maneira, sabia qual eram os dois pontos que me iam servir para a bricadeira. Abro os comentários e vejo que a "patarolha" :-) já lhes tinha pegado.
    Assim sendo e depois de devidamente elucidado, resta-me ficar com a informação sobre os albricoques, dizer que mãe e filha estão bem uma para a outra, e sair sorrateiramente.
    Mas antes de fechar a porta, ficam aqui os meus votos de Boas Festas para a familia inteira que, a ver pelos presentes elementos, deve ser "fresca", tão fresca como o ramo de acácias que aqui deixo.

    ResponderEliminar
  11. RRRRRRRRRRRRRSSSSSSSSSS Muito obrigada pela acácia, eu adoro receber flores...
    beijinhos floridos (para as duas)

    ResponderEliminar
  12. Olá Teresa!

    Adoro flores, seja de inverno ou verão tenho sempre flores naturais espalhadas pela minha casa. As flores trazem alegria, cor, então se forem do campo melhor ainda pois não só nos trazem a alegria do campo na Primavera como também fazem lembrar as cores do arco-iris.
    Agora como é época Natalícia tenho na minha casa as plantas do "Natal" como são conhecidas, pois infelizmente não sei o nome verdadeiro das mesmas.

    Mais uma vez votos de um Santo Natal!

    um beijinho muito grande!

    P.s - no meu casamento levei rosas vermelhas, e já agora se tiver significado para as mesmas gostaria de saber qual! obrigada

    ResponderEliminar
  13. Minha querida Maria Teresa,

    Gostei muito do seu post muita gente não sabe o significado das folres,claro que não sei de todas ,só de algumas,mas acho maravilhoso.
    Recebi sua acácia e lhe devolvo uma gerbera pela pessoa que voce é.
    Aproveito para lhe desejar um Feliz Natal junto de todos os que mais ama.
    Paz,amor e saude o principal o resto virá junto com toda a certeza.

    Bjinho cheio de luar

    ResponderEliminar
  14. Querida Ana muito obrigada pelos seus votos. Para si desejo o mesmo.
    Sei que me conhece ou melhor, que se lembra de mim. Quando estiver em Lisboa digo-lhe, via Ana Rita, para ver se podemos comemorar o novo ano com um chazinho.
    Beijinhos embrulhados para si!
    ******
    Querida Olhos Dourados, gosta de flores bonitas! Faz muito bem…esqueça o que eu disse, “ame-as” apenas pela beleza física, que isso não traz mal a ninguém.
    Beijinhos embrulhados para si!
    ******
    Querida Patti, obrigada pelas suas palavras! Eu “consigo” diverti-me imenso… adorei o texto, ri-me “com som”. Escreve muito bem e de um modo bastante divertido.
    Beijinhos embrulhados para si!
    ******
    Querido Doutor tenho ido pouco aos seus cantinhos mas prometo ir mais vezes, tanto mais que os assuntos lá tratados são de interesse para todos nós…
    Muito obrigada pelos seus votos natalícios em meu nome e de todos os que gostam de mim, retribuo-os.
    Beijinhos embrulhados para si!
    ******
    Querida Marta este post foi mais uma divagação minha, sei que na actualidade as pessoas nem sempre se preocupam com estas pequenas coisas e talvez tenham razão…há tantos outros problemas a precisarem da nossa atenção.
    Mas com ele recordei acontecimentos do passado bastante ternurentos.
    Beijinhos embrulhados para si!
    ******

    Querida Zeca, sei que é uma artista, tenho que meter o nariz no seu blogue.
    Obrigada pelos seus votos que eu retribuo com o coração
    Beijinhos embrulhados para si!
    ******
    Querida Menina gostos não se podem discutir! Também adoro flores, gosto de as receber e às vezes fico encantada com um simples malmequer do campo, que a minha neta me traz cheia de meiguice (fico brava, quando os meus netos me desfolham as flores do meu pequeno jardim). Quando estou aqui no meu Refúgio, apanho muitas vezes cardos para põr nas jarras, com a sua cor azul e com heras, fazem arranjos lindos…
    Beijinhos embrulhados para si!
    ******
    Querido Carapau com que então eu e a minha filhota cortámos-lhe uma barbatana? Teve sorte, nadou para longe a tempo… Não sei se foi bom, se foi mau, e vou ficar sem saber!
    Os albricoques não são admitidos aqui por estas paragens…
    Para aumentar a sua “coltura” devo dizer-lhe que mãe e filha são muito diferentes, mas são muito cúmplices…Eu sou mais maliciosa, gosto de “provocar”, ela é mais “recatada”…
    A família inteira está um pouco reduzida mas a que resta, faz por sorrir todos os dias, e fá-lo sem “frete”, embora as rosas do nosso jardim tenham imensos espinhos. Adoramos brincar e surpreender-nos e nesse sentido somos todos muito “frescos” sim (aqui incluo também um filho)!
    Agradeço o ramo de acácias, ficaram lindas no meu centro de mesa!
    Beijinhos embrulhados para si!
    ******
    Querida Eva, sempre presente! Todas as pessoas deviam de receber flores, não digo sempre, mas de vez em quando, sabe tão bem!
    Beijinhos embrulhados para si!
    ******
    Querida Canhota, as flores e os livros dão vida a uma casa!
    As crianças e os animais domésticos também, mas não estou a falar deles agora.
    A flor de que fala tem várias designações e é originária do México.” Planta do Natal” ou “Estrela do Natal” são os nomes porque é conhecida no nosso país. O seu nome científico é Euphorbia pucherrima . Pucherrima significa a “mais bela”, logo as plantas que tem em casa são as mais belas das eufórbias. No Brasil dão-lhes outros nomes que considero bem feios. Ela não é exactamente uma flor mas vou parar com a lição de Botânica.
    Rosas vermelhas em botão, ao contrário do que eu pensava, por causa da cor, significa: pureza e formosura.
    Beijinhos embrulhados para si!
    ******
    Querida Moonlight muito obrigada pelas suas palavras e pela sua flor que já está colocada num solitário no meu quarto.
    Vai-me fazer companhia durante os meus sonhos.
    Agradeço os seus votos natalícios, os meus já lhos enviei na minha mensagem natalícia.
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  15. Maria Teresa:

    Adorei o seu post, mas o meu caso é outro e ficará para "outras núpcias". Eu nunca ofereco e não gosto de oferecer flores. Mas tenho a consciência que cada uma representa algo de diferente e que hoje em dia oferecer uma rosa ou uma alface é praticamente a mesma coisa.

    ResponderEliminar
  16. Querido Disse, terá as suas razões para não gostar... Acredito que em determinadas situações aconteça o que diz: "oferecer uma rosa ou uma alface..."
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  17. Minha Querida,
    (sim, com letra maiúscula!)

    Gosto muito de flores e ainda mais de as receber. Tenho uma história engraçada sobre elas: era eu muito novinha (devia ter 15 ou 16 anos), quando disse à minha melhor amiga: "hei-de casar-me com o primeiro homem que me oferecer flores." E casei. E com o segundo também. A partir daí passei a avisar os namorados mais incautos logo nos primeiros dias: "Não me ofereças flores, a menos que queiras casar-te comigo". Resultou! Nunca mais nenhum ofereceu, nunca mais me casei! Apetece-me dizer "O homem que me oferecer flores terá de se casar comigo!" hehehe

    Agora, falando de coisas sérias: desejo-lhe um Natal muito feliz, para si e para os seus, pleno de tudo o que é bom, e um Ano Novo cheio de surpresas boas!
    Um beijinho com muita amizade

    ResponderEliminar
  18. Querida Arisca, uma boa dica mas que para mim infelizmente não serve ( estou chorando lágrimas de crocodilo), actualmente quem me oferece flores são os meus filhos, os meus netos e uma ou outra amiga...
    Se um homem agora, neste momento me oferecesse flores eu não o deixava partir!
    Estou a brincar, sou muito exigente com flores ou sem flores,...
    Obrigada pelos votos e para si já sabe...beijinhos embrulhados e muita FORÇA!

    ResponderEliminar
  19. Querida maria Teresa

    Adoro ver um acacial florido... doiradas flores de uma leveza tamanha... Esta aqui partilhada é simplesmente maravilhosa.

    Quando o Fevereiro for meado aqui neste vasto espaço entre a Trafaria e a Fonte da Telha vou ter um enorme manto doirado... e vou recordar com carinho esta tua oferta.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  20. Querido Vicktor, vou aguardar pela fotografia desse manto doirado...e dos versos sobre ele.
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  21. ...Eu tenho este livro...e tenho segredos também: já desconhecidos me ofereceram flores,conhecidos ofereceram-me flores...e continuo a recebê-las...todos os dias! BEIJOS DESEMBRULHADOS

    ResponderEliminar
  22. Querida Tela, romântica sem cura, não está só!Ai! Isto foi um suspiro...Sortuda! Eu se as quero apanho-as ou compro-as ( estou a ser injusta os meus filhos, principalmente a filha, dão-me algumas vezes).
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar