quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

MULHERES ARANHAS

Carnaval? Nunca gostei! Detestava as máscaras, as bisnagas, a farinha, os saquinhos… Convite para baile? Convite aceite! Bailes que se realizavam na minha adolescência e início da idade adulta, na própria casa, em casa de amigos, familiares ou conhecidos. Íamos de “assalto” e toda a gente se divertia. Eu era a “primeira” a começar a dançar e a “última” a parar. Enquanto aluna universitária frequentei os que eram promovidos pela Associação de Estudantes da Faculdade de Ciências de Lisboa. Três amigas minhas de infância foi assim que conheceram os respectivos maridos. Eu não! Eu dançava com diferentes parceiros, não porque fosse leviana, não o era, mas exactamente para que nenhum deles se sentisse com “direitos” porque, o que eu queria mesmo era… DANÇAR!

Casei com um “pés de chumbo”!

Quando os bailes se realizavam em nossa casa, a minha avó e os meus pais eram excepcionais, permitiam que eu e mais três amigas “dessemos conta” do salão e da sala de jantar, tirávamos móveis, enfeitávamos paredes, eu sei lá… ! Cerca de dois dias antes já andávamos a preparar a festa.


Nunca me mascarei, nem mesmo em pequenina, mas com o nascimento do primeiro neto esta minha atitude alterou-se, não porque ache graça ao facto, mas porque as crianças acham.
Já fui CRUELLA, já fui AVÓ PIRATA, já fui FADA DOS TEMPOS MODERNOS, já fui AVÓ PALHAÇA, já fui RAINHA MÁ, já fui MULHER ARANHA, … este ano vou ser….. AGUARDEM!!!!!
Quando me mascarei de Cruella o divertimento foi imenso, as crianças do Infantário onde o meu neto andava estavam mascaradas, como não podia deixar de ser, de Dálmatas. A educadora pediu-me para ficar na festa e esta correu tão bem, que uma criança mais tarde disse à educadora que a festa tinha sido tão boa, tão boa, que até a verdadeira Cruella lá tinha estado.
Sei que tenho um jeito especial para as crianças, mas também já notei que me começo a cansar com a sua vivacidade. Não se pode ter tudo, netos a ficarem grandes e eu a manter-me “nova”.
No Carnaval em que a fotografia que ilustra este post foi tirada, a minha mãe também se quis mascarar. Idealizem os “nativos” daqui da aldeia, a observarem-me e à minha mãe com 84 anos, a passearmos assim vestidas, servindo de companhia ao nosso neto e bisneto vestido a preceito, de homem aranha.
As nossas máscaras foram improvisadas com o que tínhamos, acrescentámos umas aranhas plásticas a um tule preto, que não produziu o efeito totalmente idealizado, porque teve que ser dividido pelas duas. O que realmente levou mais tempo a ser conseguido foi a maquilhagem.
***********
PS- Não consegui trasmitir a alegria que queria a este texto, foi a primeira vez, desde que a minha mãe faleceu, que "lidei" com uma fotografia dela como adulta.

62 comentários:

  1. Fui ver a foto da Cruela que ainda não conhecia... e está muito bem, uma verdadeira vilã, rrss também gostei imenso da "cauda" a sair da carteira,:)e agora aqui nesta foto, estão ambas excelentes. Ao contrário, eu sempre gostei muito do Carnaval e depois de ser mãe, mais ainda, porque sempre fiz eu própria, todas as fatiotas dos meus filhos, nada dessas tretas compradas e sempre foram do herói do momento, :)E gosto sempre mais das improvisações no Carnaval. Já viu como ficaram chiquérrimas de mulheres-aranha? É bom poder olhar as fotos e sorrir, apesar da saudade. Beijinhos sem teias de aranha!

    ResponderEliminar
  2. Querida Eva a cauda por acaso é a "estola" que, 2 anos mais tarde, a minha mãe tem ao pescoço, deu imenso que falar. As crianças perguntavam-me o que era e eu dizia que trazia um gato escondido (com o rabo de fora)...
    Beijinhos embrulhados para si!

    PS. Hoje a minha neta apareceu mascarada de vaca.
    Uns corninhos em catolina na cabeça e a cara malhada de preto e branco. Vinha tão contente!

    ResponderEliminar
  3. Maria Teresa,

    Que encanto!!!
    Lindonasssssssssss
    Mãe que acompanha tão bem a filha...filha que acompanha tão bem a mãe...
    Este momento, é uma janelinha de luz da tua vida, não é?

    Sortuda!!!

    Beijo!
    E toma abraço!

    ResponderEliminar
  4. Olha, com um pai desses (bem jeitoso) e uma mãe dessas (tomara eu chegar à idade dela desse jeito), não admira que tenhas bons genes! Mesmo aranhola ficas gira.

    PS. Continuo a ler-te mas o meu blog já se finou, lol. Gosto bem mais da quinta!

    ResponderEliminar
  5. Querida Magy eu não me expliquei bem, esta foto foi tirada há 4 anos, a minha mãe faleceu em Agosto desse ano.
    Não fiques preocupada mas tinha que rectificar isto. Esqueço-me que escrevo de "seguida" e que nem todos podem ler tudo.
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  6. Querida Calendas obrigada pelo elogio... mas lê por favor, o que escrevi à Magy
    Já estás multimilionária com a comercialização dos produtos agrícolas? Não te esqueças, cá da "gente"...
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  7. Queria ter nascido a tempo de apanhar o carnaval de antigamente ! Adorei a fotografia, transmite a essência do carnaval!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Todos os disfarces estão o máximo, muito bem conseguidos! A Cruela está um must!!!!

    A foto com a sua mãe está muito bem também. Estão as duas o máximo! Imagino as cusquices! :))

    Eu confesso, não gostava muito do Carnaval, não me costumava mascarar, excepto em criança! Depois, deixei-me contagiar com a alegria do meu filhote. Desde há dois anos, reunimos um grupo de amigos e vamos jantar e dançar. Quem quer vai mascarado, quem não quer não vai.

    Beijinhos
    Momentos bonitos que tem para recordar com a sua mãe.

    ResponderEliminar
  9. Boa noite minha querida.
    Eu ñ gosto de carnaval,aproveito esses dias para descansar.
    Estou com saudades de vc,ñ questione nada mas estou e muita.
    Um beijo grande embrulhadinho de carinho.

    ResponderEliminar
  10. Querida Sarah o Carnaval de antigamente tinha coisas muito pouco agradáveis. Por vezes na rua sujavam-nos com farinha e ovos estragados...
    Obrigada por ter vindo até ao "nosso" cantinho, volte sempre é muito benvinda!
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  11. Querida Nirvana vou-me mascarando de acordo com as "máscaras" que os (agora já são os) meus netos pedem ou se mascaram.
    As aldeias mesmo ao pé de Lisboa, são sempre um local onde todos querem saber a vida de todos, tenho aqui casa vai fazer 33 anos, sou muito respeitada, mas à volta da minha figura há uma onda de mistério, que "alimento"
    A minha mãe, mesmo depois dos 80 anos, vestia fato de banho, pense no que se dizia...
    Tenho que "falar" dela mas tem sido difícil fazê-lo...
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  12. Querida Pérola estamos ficando envoltas em mistério...Eu não questiono nada mas... posso desconfiar de quem é?
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  13. Querido Vicktor para mim, partilhar lembranças rejuvenesce-me...
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  14. Olá
    Não gosto do Carnaval mas gosto e aprecio as pessoas bem mascaradas e engraçadas vocês as duas estavam um delícia! também aprecio imenso os 3 dias de férias que o carnaval me proporciona...
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  15. Querida Maria Teresa

    Olha que brincadeira de Carnaval, hem? Como adivinhaste o meu escrito?

    Claro que entendi o acontecido...rsrs

    Agora sobre esta imagem... como diria o "outro": "Olha que duas hem?"

    Que a brincadeira deste ano seja tamanha que faça brilhar muito aquela estrelinha que está no firmamento...

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  16. Obrigaduuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu.
    beijokas.

    ResponderEliminar
  17. Querida Lilá(s) e faça um favor a si própria aproveite bem os três dias...
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  18. Querido Vicktor quem comanda as brincadeiras nesta época carnavalesca são os meus "terroristas".
    A minha luzinha (uma das) estará lá e muito contente porque adorava a folia.
    Beijinhos embrulhados para ti (hoje ultrapassas-te a ração)!

    ResponderEliminar
  19. Querida Pérola de nadaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!
    B.E.

    ResponderEliminar
  20. Uauuuuuu!
    Que elegantes, mulheres aranhas, ainda que tivessem que repartir o tule, ficaram lindissimas!
    Fui ver também a Cruela, elegantérrima!!!
    A palhaça loura também!
    E já estou curiosa...(eu sou)...que será este ano?
    Se não transmitiu alegria, transmitiu-nos muito carinho e sentimentos, e uma grande força de viver!
    Bjs dos Alpes...

    ResponderEliminar
  21. Boa noite.
    Não sei o que está acontecendo com o meu blog. Ele excluiu as pessoas e não estou conseguindo incluir, está dizendo que você bloqueou a minha entrada. Pela manhã quando eu fui postar, entrou uma mensagem dizendo que o meu blog havia sido excluído. Só quase na hora do almoço ele voltou ao normal. Pensei que fosse algum tipo de manutenção, mas agora uma amiga blogueira me mandou uma mensagem se dizendo aborrecida poir tê-la excluída e eu nem sei como fazer isso. O pior é que aqui está acontecendo a mesma coisa, não consigo adicionar você. Se souber como resolver isso, por favor me avise. Pois não tenho idéia do que pode estar acontecendo e nem onde me reportar para tentar solucionar.
    http://www.silnunesprof.blogspot.com
    FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER...
    Quando eu tento adicionar você, diz a mensagem que o proprietário bloqueou o meu login. Não entendi nada. Será que fiz alguma coisa que aborreceu? Se fiz, por favor me desculpe.
    E eu que sou meio atolada para lidar com certas coisas, nem sei o que fazer para resolver isso. Tive de entrar com outra identidade de e-mail. O que será que está acontecendo ?
    Silvana Nunes

    ResponderEliminar
  22. Não sou fã de me mascarar, mas devo confessar que a foto tá o máximo! E deve trazer boas lembranças...

    Bjokas

    ResponderEliminar
  23. Querida Flor, tenho que vos mostrar como sou vestida de Avó Pirata, de Fada e de Rainha Má...
    Este ano já está tudo preparado... assim "eles" se mascarem também...
    Obrigada!
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  24. Querida Anira se traz, se traz...
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  25. Que lindas! Adorei igualmente a Cruella! Creio que o espírito do Carnaval é mesmo esse, a folia (quando moderada), os risos, as máscaras... a dança! Também adoro dançar, e como a imaginei a rodopiar num salão de olhos postos na moça mais vistosa e alegre da noite. Pode sentir que não deu alegria ao seu texto, pois a saudade deve ter tomado conta de si, mas eu daqui consegui senti-la, como se estivesse, quer no baile, quer na creche, rodeada de crianças curiosas e felizes.

    Um grande beijinho :)

    ResponderEliminar
  26. Querida Maria Teresa!

    Eu não sou fã de máscaras, porque talvez, todos nós, nos mascaremos diariamente e mostremos muitas das vezes a fraca figura que fazemos! Não estou a afirmar que sejam todos!

    De todo o modo gostaria de a ver mascarada de "Gata"! Você que é uma "Gata danada" para a brincadeira!

    Bom Carnaval!

    Um beijo,

    Renato

    ResponderEliminar
  27. quem me dera que a minha mãe tivesse esse espírito carnavalesco!:-)

    ResponderEliminar
  28. Se queres saber, achei o máximo as vossas fantasias de mulheres aranhas. Eu,assim como o teu neto, sou fã do homem aranha.
    Na foto, o anjo é a minha filha.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  29. Nós percebemos, eu pelo menos percebi que a tua mãe não está já entre nós. Mas tal como o teu pai era muito bonita. Foi isso que quis dizer.

    Quanto ao jogo, tou já riquita, tou. Não me consigo despegar daquilo e continuo a gostar. O tempo é k não dá para tudo e optei por fazer o que me dá mais gosto.

    ResponderEliminar
  30. Não é toudo uma festividade que me cative, até pelos abusos e faltas de educação, que se pratica a coberto do ditado popular "é Carnaval ninguém leva a mal".

    Beijos

    ResponderEliminar
  31. Um carnaval é a minha vida inteira. Nestes dias faço férias...tiro a máscara e descanso.
    Quarta-feira...subo ao palco novamente;)

    Tudo de bom, com muita alegria e excelente diversão.

    ResponderEliminar
  32. Eu desde há muito não gosto do Carnaval, mais pela razão de que detesto datas pré estabelecidas para nos divertirmos...
    Quando era mais novo, havia esses "assaltos" de que falas, que juntavam famílias inteiras e em que as pessoas quase sempre se mascaravam; eu não, nunca gostei de me mascarar, mas há sempre uma excepção e já adulto e responsável, uma vez era eu professor em Serpa, juntamente com mais três colegas, mascarámos-nos de prostitutas e viemos para as ruas da então vila, e digo-te que o gozo foi ver a escandaleira que aquilo causou.
    Enfim, a vida é feita destas coisa, e a tua foto de hoje relembra coisas belas e que não se esquecem,; fui ver as tuas outras máscaras e adorei a "palhaça"...
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  33. D.Teresa:

    Esta foto está fantástica. Lembro-me do Carnaval dos dálmatas e da Cruela, ainda guardo o fato de dálmata do meu A. feito de um saco plástico branco com cartolina preta colada a imitar as manchas. Para mim as melhores máscaras do A. foram as que ele "fez" na infantil, a educadora tinha uma criatividade extrema, fazia coisas fantásticas sempre com a preocupação de que os pais não gastassem muito dinheiro.

    Quanto à questão de se mascarar com e para os netos lembro-me que os meus sogros "voltaram" a fazer anos depois do neto nascer, com direito a jantar ou almoço, bolo com velas e prendas. Até então era Parabéns e mais nada.

    Bom Carnaval, pode ser que nos cruzemos nas ruas da nossa aldeia (será que nos vamos conhecer ;) ?

    bjs
    Sofia

    ResponderEliminar
  34. Querida Xiwa não a sei ajudar, eu não bloquei a hipótese de chegarem até mim. Tenho um moderador de comentários que "fui obrigada" a colocar por "alguém" que para além de comentar o post do dia com "coisas" que nada tinham a ver com o conteúdo do mesmo, também o fazia em vários noutros posts mais antigos,chegava a ser desrespeitoso não só para mim como para quem me segue...
    Não sei praticamente nada de informática para a poder ajudar, como vê, estou a abrir uma excepção, pois não me esvreveu com a finalidade de comentar este meu post. Tenho um mail, bem visível neste blogue, para onde pode contactar comigo para tratar destes assuntos.
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  35. Olha que duas! Ficas sempre linda, mas o disfarce que fez mais sensação foi de facto o da Cruela! A criançada ficou encantadas com a "verdadeira" Cruela! O J. é pouco dessas coisas, hoje não se quis mascarar... Acho que saí à mãe, odeio o Carnaval! Mas a tua neta ia toda satisfeita para o infantário mascarada de pirata com bigode e tudo! Beijinhos carnavalescos!

    ResponderEliminar
  36. Querida Helga a sua sensibilidade permitiu-lhe ver o que eu também senti e sinto... e que posso resumir : MUITA ALEGRIA DE VIVER, independentemente da "ocultação do sol" (só às vezes)
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  37. Querido Renato no meu dia-a-dia eu não me mascaro, sou uma pessoa quase a 100% transparente, digo o que sinto e o que penso e começo a pensar que é um grande defeito. Abro algumas excepções que não considero máscaras, considero representações. Represento e representei quando professora e agora enquanto avó, quando acho graça a determinadas situações, mas em que é necessário colocar uma "máscara" de zangada para os poder reprimir nos seus excessos ...
    Não, não me vou mascarar de gata, não sou assim tão fofinha, vou mascarar-me de.....:):):) Aguarde!
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  38. ao invés, quando novo era hábito mascarar-me, hoje quiçá pense que permaneço mascarado, com a mascara de sempre.

    ResponderEliminar
  39. Querida Chapéu a sua mãe não se mascarar não é assim tão importante... faz outras coisas que eu e a minha mãe nunca fizemos e muito agradáveis certamente.
    A minha filha NÃO se MASCARA, estou desconfiada que o meu neto este ano também não.
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  40. Querida Susana fã do Homem Aranha? Também já fui, numa época em que ele combatia o "mal" sozinho e era um desenho animado apenas...
    A filha é linda! Um lindo Anjo Branco.
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  41. Os sociólogos chamam actores sociais às pessoas e papéis sociais às funções que desempenham. Passamos a vida a representar e de máscara posta. Para quê uma segunda máscara no Carnaval?

    ResponderEliminar
  42. Querida Calendas foi um pequenino à parte.
    "Estou" no Face Book mas não entendo nada daquilo e o "aquilo" para mim, nem sequer é a quinta, é falar com os amigos reais... burrinha, burrinha. Será que sirvo neste estado animalesco, para besta de carga na tua propriedade? Pagas impostos muito elevados?:):):)
    Nós ressentimo-nos com a tua nova ocupação, deixámos (vais voltar quando passar a euforia do momento) de ter escritos muito interessantes.
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  43. Querido Ergela é nesse ponto que estamos em sintonia, nos excessos e até na falsa alegria...
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  44. Querido Aflores subir ao palco? Acredito.
    Que andes "mascarado" todos os dias não...
    Do pouco que tenho inferido dos teus textos apercebo-me que és um homem que amas a tua família... e para essa certamente não pões máscara.
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  45. Querido Pinguim estou a ver...!
    Já me ri a valer a imaginar os ditos e os mexericos..., fizeram história.
    Na "palhaça" não viste os dois palhacinhos que me rodeavam. Só de me lembrar a trabalheira que foi a pintura dos três, estou cansada... Ufa!
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  46. Querida Sofia em "tom de ameaça" lhe digo ou retira o D. ou corto-lhe o "pio". A sério não me trate por Dona torna-me "velha", faz-me velha...
    Essa educadora "não tem preço", as nossas crianças tiveram uma sorte imensa em a ter "apanhado".
    Como diz e muito bem os netos tornam-nos mais sensíveis a determinados aspectos da vida... foi para isso que se "inventaram" os netos :):):)
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  47. Querida Ana Rita já suspeitava da decisão do J.
    A I. não estava tão contente ontem, mascarada de vaca? De vaca..... :):):):):)
    Pois mas em pequena mascaravas-te com as minhas túnicas, calçavas sapatos altos e vinhas assim para a rua...já não te lembras?
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  48. Querido Magia não anda nada mascarado, com a sua sensibilidade é impossível andar a fingir...
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  49. Querido Jaime, logo na primeira vez que me visita vou contrariá-lo. "Representar" temos que "representar", a vida é um palco gigante ...
    Máscaras não creio que toda a gente use, a máscara não permite que o real se apresente.
    É evidente que estou a jogar com duas palavras que até se podem considerar sinónimas, mas entende o que quero dizer...
    Obrigada pela sua visita! Volte novamente, será benvindo!
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  50. "Carnaval? Nunca gostei."
    São estas as primeiras palavras do post.
    Olha se gostasses! Tinhas de alargar o blog...
    Mas, como diz a tua descendente, o comentário certo a fazer é "olha que duas"!

    Lá no meu sítio, a partir de amanhã, há uma partida de carnaval...

    ResponderEliminar
  51. Pode sim minha querida desconfiar rs.
    Obrigado por tua visita,um beijo grande.

    ResponderEliminar
  52. Tem razão Maria Teresa. O Carnaval é para a folia...
    Eu não tenho netos, mas o que eu não faria por eles...rsrsrs
    Parece que vamos ter muito frio nesta quadra carnavalesca...rsrsrs
    Bom Carnaval
    Bjs
    G.J.

    ResponderEliminar
  53. Querida Pérola não é desconfiar é tentar descodificar...:):):)
    Beijihos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  54. Querido Gaspar que os foliões gozem muito e que o amigo tire belas fotografias.
    O frio compensa-se com um animado bailarico...:)))
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  55. Linda foto e lindas voces as duas,querida Teresa.
    Assim é que é,boa continuação.
    Tambem eu me mascaro em alguns anos para cá!
    Este ano sou uma pirata....mas sem perna de pau!
    Temos que aproveitar enquanto podemos e temos disposição.
    Bom carnaval querida!Bjinho cheio de luar

    ResponderEliminar
  56. Querida Maria Teresa;
    Já vi que essa "loucura saudável", atravessa várias gerações!! (heheheh!!)
    Adorei esta foto! MESMO! ESTÁ O MÁXIMO!
    A-D-O-R-E-I!
    Beijinho grande*

    ResponderEliminar
  57. Querida Teresa!

    Vim para Lisboa tinha 3 meses, mas nasci muma aldeia perto de Lisboa e em todas as férias fugia sempre para lá e as férias do Carnaval eram sempre devertidissimas, gastava kilos de farinha aos meus avós (tinhamos dias específicos para a farinha), ovos eram proibídos, mascarava-me sempre!Mais velha adorava pois eram os 3 dias de folia, ia com amigos para uma discoteca em Torres Vedras e era ver-me dançar desde que entrava até saír (o sol por vezes já tinha nascido). Hoje não tenho a minima paciência para tal, mas continuo a gostar e muito de dançar.

    Ter uma avó assim é fantástico, o que a Teresa faz com os seus netos fez a minha mãe com o seu único neto que é o meu filho, hoje este está mais crescido já está noutra "onda" como eles dizem! Em pequenino gostava de se mascarar, tal e qual a mãezinha dele!

    A foto está divinal! Quem me dera chegar aos 84 anos e estar assim!Demais!

    Bom Carnaval!e muitos beijinhos "embrulhadinhos" de confetis!

    p.s - também me casei com uns "pés de chumbo"!!

    ResponderEliminar
  58. Querido Carapau desculpa... não te respondi...
    Fiquei a coagitar no que poderia "acontecer" na caverna. Neste momento já sei...
    Devias ver a minha neta e dirias olha que três!
    A minha filha saiu ao lado masculino...(com algumas ressalvas).
    Beijinhos embrulhados para ti

    ResponderEliminar
  59. Querida Moonlight também já fui mulher pirata zarolha, mas perna de pau e mão de gancho não tive não...
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  60. Querida Invisível, a "loucura" já passou à pequenina, saltou uma geração... espero que as sardas não.
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  61. Querida Canhota não me fale em dançar, fico logo aos "pulinhos"...
    Os "pés de chumbo" são "tramados"...
    No filme de casamento da minha filha eu e o meu marido a dançarmos, parecemos dois "rinocerontes em época de acasalamento"
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  62. MARIA TERESA, linda foto de mãe e filha juntas. até chorei vc falando de sua mãezinha.eu e a minha somos assim.juntinhas em tudo. É a alegria da minha vida.Tenho 56 aninhos e ela 76. É uma benção.abraços elisa beth

    ResponderEliminar