quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

ESPERANÇA

Em inícios de 1974, o ano de todas as esperanças, eu tive a minha ESPERANÇA privada.
Quando fui ao exame de rotina estabelecido pelo Dr. Gentil Martins, ele que conhecia os meus sonhos, entre nós havia grande empatia e cumplicidade, eu sabia que podia contar com a lealdade e competência dele e ele sabia que eu era uma doente obediente com muita vontade de viver, disse-me qualquer coisa que me soou a: “minha querida podes começar a “trabalhar” para realizares o sonho que tens em suspenso”. Eu caí num mar de tranquilidade, num mar calmo, sereno e de uma cor linda, ele estava a dar-me o sinal verde para voltar a ter um filho.
Num dia como este, os anos anteriores passam-nos a uma velocidade alucinante pela mente, todas as cores se tornam, aos nossos olhos, mais brilhantes, renascemos, a vontade de continuar a viver é redobrada, saímos para a rua com vontade de cantar, de dançar, de beijar quem passa por nós, … . Contámos a “nova”a todos e todos rejubilaram!
E esse filho nasceu, ou melhor essa filha nasceu em Outubro do mesmo ano. A Ana Rita para além de ser uma filha muito desejada foi o sinal inequívoco de que a minha doença tinha sido expurgada.
Tive uma excelente gravidez, tirando um ou outro enjoo nos primeiros tempos, tudo correu bem, o dia do parto foi divertidíssimo… Esse assunto dá para outro post…aguardem! Houve momentos hilariantes…!
A Ana Rita, uma das minhas duas obras-primas, é um marco de ESPERANÇA!


Bem-hajas querida por teres nascido! E por seres a Mulher que hoje és (um pouco ciumenta é certo e por vezes chata, mas não há humanos perfeitos)!

37 comentários:

  1. Tão fofinha que eu era!
    Ao que me consta começaste a "trabalhar" na banheira! :)
    Ciumenta? Chata? Bem, não queres que eu enumere aqui os teus defeitos pois não? É que o espaço destinado aos comentários não chegava!!! Bem-hajas por me teres tido! Ih, ih, ih! Beijinhos esperançados!

    ResponderEliminar
  2. Querida Chapéu em nome dela e no meu um MUITO OBRIGADA!
    Beiinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  3. Querida Ana Rita "presunção e água benta, cada um tem a que quer". Há "segredos" que não se desvendam, ainda bem que não falaste no outro sítio também utilizado...
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  4. Tiveste muita sorte em ter nascido uma menina bonita como ela. Podia ter vindo com cara de sabonete!

    ResponderEliminar
  5. Querida Calendas e se viesse com cara de esponja? Não seria pior? :):):)
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  6. Querida Shakti muito obrigada!
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  7. Ter um filho/a em 74, deve ter sido uma dupla esperança mesmo. Eu já (ou ainda..)tinha 11 aninhos! As boas notícias, são assim, fazem esquecer tudo para trás... e essa notícia em particular, sendo um sonho a concretizar, deve ter sido uma grande felicidade! Beijinhos para as duas.

    ResponderEliminar
  8. Querida piquena

    Tá disculpada rica, pode ir ao meu blogui. É só para a avizar que já não a percigo.

    Volte, que está perdoada.


    Beijinho estondroso na bochechinha. Só um querida, só um.

    ResponderEliminar
  9. Querida Eva foi um momento inesquecível...
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  10. Querida Calendas ufa! Que alívio! Andava na clandestinidade e a aflição era tanta que até regressei ao antigamente, quando havia gente nessa situação.
    Começaste a poupar? Só um beijo, eu sou umas mãos largas, repara: milhões de beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  11. Os nossos filhos são sem dúvida alguma, marcos de esperança na nossa vida. Parabéns pela menina linda, hoje com certeza uma mulher mais linda ainda.

    Um beijo especial à mamã babada e orgulhosa da sua obra de arte :)

    ResponderEliminar
  12. Querida Helga Muito obrigada pelas suas gentis palavras, esta filha foi um raio de esperança depois dos anos em que andei "com uma espada sobre a cabeça".
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  13. Oi MTeresa
    Ah os filhos...

    " Filhos?
    Melhor não tê-los!
    Mas se não os temos
    Como sabê-lo?"
    só esse trechinho do poema de Vinicius diz tudo.
    Sempre queremos experimentar essa sensação que na verdade tem de tudo , doce e amargo, pra vida inteira... rsrs
    Linda sua filhota , bons tempos , beijoquinhas toda hora , o meu mais novo ( 23 anos) ainda trato como bebê, quero beijinho toda hora ... e ele nao quer das mais rsrs
    estou adorando suas postagens familiares ,
    abraços,volto amanhã.

    ResponderEliminar
  14. Querida Lis eu sempre quis ser mãe e tenho outro sem ser a Ana, com 42 anos, muitas vezes me esqueço que ele é um homem, "vejo-o" como o meu rapaz... Eles são os faróis da nossa vida como costuma dizer um conhecido meu...
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  15. Esperança, esperança...
    Como a compreendo...
    Não tem vontade de adoptar mais uma filhota?
    É que com tanto mimimho não me importava nada de estar em lista de espera...
    Muito obrigada Maria Teresa, por partilhar tanto de si/vocês, connosco. É sempre um mimo vir aqui.

    Bjs dos Alpes...

    ResponderEliminar
  16. Querida Flor já não tenho idade legal para a adoptar como filha mas posso adoptá-la como amiga, está interessada?
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  17. Olá Maria Teresa
    Além de LINDA a Ana Rita é um Ser Humano Fantástico de um Grande Coração.
    è uma BOA AMIGA.
    Mas toda esta maneira de ser que ela tem se deve comtoda a certeza aos pais que a educaram.
    Beijocas ENORMES
    Ana

    ResponderEliminar
  18. Foi através dos nossos filhos mais velhos que eu e a Rita nos conhecemos, andavam os dois na mesma sala do jardim de infância. Depois veio o artesanato ela com as pinturas, e afins, eu com as bijutarias lá íamos nós abancar no largo da nossa aldeia para a feira do 31.
    Realmente a Rita é uma boa/excelente amiga, o que mais admiro nela é a sinceridade, ela diz o que acha e o que tem a dizer na hora sem rodeios, doa a quem doer (a mim nunca doeu.
    Além do mais tem na sua linda face as ditas "sardas", iguaizinhas às da minha mummy, até o meu pai já constatou o facto. E ela sabe.

    Beijinhos hoje desembrulhados para as duas.

    Sofia

    ResponderEliminar
  19. Querida Ana como mãe sabe como ficamos orgulhosas quando nos dizem bem dos nossos filhos. Ela é como é, também por mérito próprio, para além da educação e dos genes que recebeu da família, soube escolher os caminhos que devia trilhar...
    Bem-haja pela AMIZADE que lhe dedica!
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  20. Querida Sofia mais uma "defensora" da Ana Rita, a si não posso "dizer mal" dela :):):), corria o risco de se zangar comigo:):):)
    Sabe que tenho saudades dos convívios dessa feira, as pessoas maravilhosas que lá se encontravam, todas ligadas pelo amor ao verdadeiro artesanato.
    Obrigada pelo seu comentário, eu estou esperando que a minha neta também as venha a ter...( coitada da criança)
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  21. Querida Maria Teresa

    Que bom que são as memórias da primavera... do eterno renascer... a tal esperança que sempre nos deve acompanhar.

    Gostei muito deste escrito...

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  22. Maria Teresa... quanta ternura!!!

    Um beijinho para as duas!

    AL

    ResponderEliminar
  23. Querido Victor se são boas, são eternas...
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  24. Querido A.S.e quanto amor...!!
    Muito obrigada em nome das duas!
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  25. Até na banheira Teresa?
    Isso faz-se? Desperdiçar tanta água? E gás?
    É por essas e outras como essas, que o planeta está como está!
    É certo que também podemos encarar o assunto de outra maneira. Assim:
    "olha: foi zás trás catrapaz paz! E ainda tomei banho".
    O que prova que toda a moeda tem duas faces. Como este comentário: a 1ª brincalhona, foi a que ficou aí acima.
    A outra, a séria, é para te felicitar, mai-la à tua filha!
    2 kiss.

    ResponderEliminar
  26. Querido Carapau, sempre gostei de banhos de imersão, tiram o stress, acalmam, são demorados...:):):)
    Vou estrangular a minha filha e transmitir-lhe as tuas felicitações, em nome das duas agradeço.
    Beijinhos embrulhados para ti!

    ResponderEliminar
  27. Esperar uma nova vida é sempre sinal de esperança! E nesse ano foi mesmo a dobrar...

    Bjokas

    ResponderEliminar
  28. Querida Anira foi isso mesmo! E para o ano ser ainda mais esperançoso, 20 dias antes da Ana Rita, nasceu o meu sobrinho. A minha mãe foi a grande felizarda, soube que eu estava bem, tinham-se acabado os exames de rotina e teve dois netos no mesmo mês...
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  29. Sem a conhecer à muito tempo ou melhor a ler à muito pouco tempo, achei que era uma grande mulher, agora tenho a certeza. Os filhos são realmente a nossa obra prima e dão-nos muitas alegrias. Alem do tudo isso a Maria Teresa escreve muito bem, e a colocação das palavras certas acabam por nos transmitir os seus sentimentos. Por isto tudo quero mesmo ser sua amiga virtual. Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  30. Querida Olga e já é minha amiga virtual! Porque não? Penso que por aqui só "aparece" quem tem empatia por aquilo que transmito. Os filhos não são perfeitos, tal como nós, quando há certas atitudes com as quais não estamos de acordo, devemos conversar, comunicar, e quase sempre chegamos a um "acerto". Mas para muitos de nós dão-nos grandes alegrias, a mim dão-me porque são principalmente honestos.
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar
  31. Ter um filho:um sonho que nunca concretizei! Não se pode apanhar o céu com as duas mãos...

    ResponderEliminar
  32. Obrigada por retribuir a visita.
    Volte sempre que quiser.

    Beijos queridos*
    Fique bem.

    ResponderEliminar
  33. felicidades para as duas! e já descobri mais um cantinho, que vou já cuscar ;) e pelos vistos há mais cantinhos, ehehehe =P

    xoxo

    ResponderEliminar
  34. Querida Pinkk obrigada em nome das duas. Cuscar não custa "nada"... bom "cusco"!! :):):)
    Beijinhos embrulhados para si!

    ResponderEliminar