sábado, 17 de outubro de 2009

DOÇURA OU DIABRURA IV

Uma coisa é o desejo de amar e outra a capacidade de amar.


Entre ambos pode existir um abismo insondável...

Bom fim-de-semana para todos e muitos "beijinhos embrulhados"

22 comentários:

  1. Agora é que vou destruir a pouca massa cefálica que tenho!...
    ... e quando se gosta de alguém, e esse gostar, nos faz sentir um vazio inexplicável?...

    Desculpe Maria Teresa,
    mas estou confusa... pois gosto do R., mas há qualquer coisa que não me deixa ir mais além.

    Abraço grande e sincero
    Sairaf

    ResponderEliminar
  2. Sabe, às vezes, apesar de ter esse desejo..sinto que não o sei fazer. Gosto muito do meu namorado, mas sei que muitas vezes fico aquém das expectativas dele..apesar dele dizer que gosta de mim como sou. Uma confusão! lol

    beijinho grande desta menina*

    ResponderEliminar
  3. Um abismo muitas vezes intransponível =(

    Beijinhos e bom fds

    ResponderEliminar
  4. Boa noite MARIA TERESA
    Foi para mim um prazer a sua amável visita.
    Gosto deste seu espaço!
    Voltarei a bater-lhe à porta.
    Gaspar de Jesus

    ResponderEliminar
  5. Virei junto com o amigo Gaspar e reserve o meu beijo embrulhado, afinal o que é beijo embrulhado?! Um beijo embrulhado

    ResponderEliminar
  6. Como eu a invejo, gostava de ter assim uma ocupação.

    Obrigada pela visita, volte é sempre bem vinda.

    ResponderEliminar
  7. Na "política" do amar, o desejo e a capacidade dependem muito do interveniente, que hoje em dia deixam muito a desejar na sua maioria.
    Promessas...promessas:o)
    Deixemos o jogo de palavras:)...adorei este novo cantinho, nesta blogosfera que nem sempre nos surpreende. Bem haja então pela diferença.
    Antes de me despedir, com a promessa de um dia voltar, não consigo evitar perguntar que sabor têm esses beijos embrulhados? :)))) Claro, sou curioso.
    Tudo de bom, e beijinhos domingueiros;)

    Agradeço e retribuo visita ao meu cantinho

    ResponderEliminar
  8. Querida Sairaf, não vai destruir nada, pelo que tenho lido escrito por si, tem massa cefálica para "dar e vender".
    E quem não fica "confusa" ao aprofundar estes assuntos? Pensando bem neles e discutindo-os estamos a tentar destruir essa confusão...
    Beijinhos embrulhados.

    Querida Menina, sabe com toda a certeza, talvez ainda não tenha chegado o momento certo...Não se minimize, todos temos que aparar algumas arestas, mas sem deixarmos de ser quem somos...Estamos sempre a "renovar-nos" com o que vamos aprendendo,...
    Beijinhos embrulhados para esta menina*


    Querida Mel*, temos que tentar destruir o "in" e transformá-lo em transponível.....
    Beijinhos embrulhados com muito "mel"

    Querida D*, é mesmo???!!!!
    Beijinhos embrulhados e bom concerto(quando é?)

    Querida Lua, obrigada por não se esquecer deste cantinho...
    Beijinhos embrulhados para si também

    Querido Gaspar de Jesus, desculpe a familiaridade, mas a virtualidade permite-nos estes pequenos"gestos" de carinho, obrigada pela visita, bata à porta quando quiser e critique, critique sempre...
    Beijinhos embrulhados !

    Querido tossan ( não sei colocar a sua marca registada), despertou a minha curiosidade, não pode vir só?...
    Beijinho embrulhado, a razão está aqui http:/beijinhosembrulhados.blogspot.com/2009/08/beijos.html

    Querido Ergela, desculpe a familiaridade do trato mas aqui é assim! A minha actual ocupação, é produto de muito trabalho, muitas opções (nem sempre as menos dolorosas), muita vontade de viver,...Na grande maioria, todos à partida podemos concretizar os nossos sonhos, não podemos é ser muito ambiciosos, nem pisar os que nos envolvem :):):)
    Espero por si numa próxima visita, eu visitá-lo-ei certamente.
    Beijinhos embrulhados

    Querido aflores, a familiaridade deste trato já foi falada nas duas respostas que dei anteriormente.
    O seu comentário tem muitas "nuances"...Espero que a surpresa tenha sido boa...
    A curiosidade, ´desde que não seja mórbida (arreda) é sempre saudável e é sinal de quem busca o "saber"...
    Não lhe vou dar a resposta de mão beijada, vá até aqui e logo encontrará a resposta http:/beijinhosembrulhados.blogspot.com/2009/08/beijos.html
    Beijinhos embrulhados

    ResponderEliminar
  9. Tem razão, pode haver um abismo enorme. Mas o inverso também é verdade. Podemos ter capacidade de amar...e perder o desejo de o (voltar)a fazer... :) beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Olá Maria Teresa.

    Desafio interessante e pertinente. Vou registar opinião que espero não ser abusiva.

    Só poderá ter "desejo de amar" quem tiver a "capacidade de amar"! Pois como posso eu desejar algo do qual não possuo conhecimento?...

    Considero, isso sim que, uma coisa será a "capacidade de amar" e outra será "amar efectivamente". Quem tem "capacidade de amar", tem o desejo de o fazer. É automático, mecânico. O Amor é isso mesmo. É um exercício impulsivo de oferta. De partilha. Que não questiona o que disponibiliza. Que não mede a grandeza do Amor que obtém de volta. Numa relação que termina entre duas pessoas, é sempre mais feliz quem mais amou! O próprio amor (aqui em "amor", leia-se relação) não questiona o "seu" fim. Tentará esclarecê-lo, para o recuperar, mas não se imporá. Aceitará o fim, quem em quem tem a "capacidade de amar", nunca o será! Esse amor permanecerá em nós, sem dor, sem ressentimentos. Apenas sairá da nossa vida, a pessoa-alvo desse amor.

    O teu desafio, minha "avó" doce, na minha opinião de neto sem experiência, estaria mais correcto nestes termos:

    "Uma coisa é o desejo de SABER amar e outra a capacidade de amar.

    Amar é o contrário do exercício egoísta de posse! É não querer que "ela/e" viva para "nós", mas sim viver-mos em função "dela/e"!

    É ver na felicidade "dela/e", a nossa própria felicidade. E isto nunca será um objectivo, será uma consequência natural.

    O desejo de amar, Maria Teresa... Para se ter sesse desejo, será preciso saber amar... E eu?!

    Eu só sei que nada sei.

    beijinho para a "avó" mais doce da Blogosfera!

    ;)))

    ResponderEliminar
  11. Querida Eva, muito obrigada mais uma vez pela sua opinião, concordo consigo, eu felizmente ou infelizmente (por vezes interrogo-me???) não perdi a vontade de ter o primeiro.
    Beijinho embrulhado

    Olá meu querido Gemini, já o adoptei como "neto" no meu coração, que belíssimo testemunho o seu, e é tão maravilhoso que pense assim...
    Eu estou sempre a aprender e essa é também umas das finalidades deste meu blogue, dar a conhecer, o que os jovens e, porque não, os menos jovens pensam de temas que têm um lugar fundamental nas nossas vidas, seja em que idade for.
    Beijinho embrulhado e obrigada pelo epíteto "doce"

    ResponderEliminar
  12. olá, inteiramente de acordo!!!

    (de fios não percebo nada, mas de cordas, grossas, seguras..., ah... dessas eu percebo!!!
    era só o meu filho, Homem, a apressar a mamãe)

    ResponderEliminar
  13. Querida Contracena, esses fios são cordas bem grossas e eternas...
    Obrigada por me visitar.
    Beijinho embrulhado

    ResponderEliminar
  14. Linda Amiga:
    Já registei a lição de vida da frase.
    Significativa. De simplicidade que faz reflectir, sentindo.
    Uma verdade perfeita. Profunda. Intensa do sentir e ser.
    Parabéns sinceros.
    Sempre a respeitá-la e a estimá-la imenso.
    Beijinhos amigos

    pena

    Bem-Haja, pelo seu doce talento.
    Adorei.

    ResponderEliminar
  15. Querido Pena, sinto-me "envergonhada" ao receber os elogios que me dá. Ao pé de si eu sou uma aluna, que não sabe ler, no seu primeiro dia de aulas.
    Bem-haja pelas suas palavras de encorajamento...
    Beijinhos embrulhados

    ResponderEliminar
  16. Pois como todo o afecto que nasce duma vontade e não é espontâneo, também amar não está nas nossas mãos, apenas acontece, quer se queira ou não.
    Tenho andado ausente mas vejo que por aqui temos estado muito activas......;-)
    Agora um pequeno pedido: qual o ano de nascimento?
    Faz falta.......;-(
    Beijos e uma boa semana

    ResponderEliminar
  17. Pois fica sabendo que é virgem ao quadrado.....o sol e a lua estavam em virgem.
    E o ascendente é aquário.
    Devo dizer-lhe que a mistura virgem+aquario pode ser explosiva ;-))
    E como sei eu isto tudo?
    www.astro.com
    Beijos irmã astral

    ResponderEliminar
  18. Caríssima irmã astral, obrigada pela dica...Beijinhos embrulhados

    ResponderEliminar
  19. Há uma componente importantíssima que aqui deveria figurar: e o desejo de ser amado e a capacidade para ser amado?
    O amor não tem apenas um sentido...
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  20. Querido Pinguim mais uma "linha de visão", aquilo a que chama componente, que me parece ter que ser tomada em consideração.

    O que acho interessante, na maioria dos comentários, é que vão enriquecendo o "mote" que dei o que tavez leve muitos de nós ( a mim leva) a querer aprofundar mais o assunto, com amigos e conhecidos "fora" da blogosfera.
    Beijinhos embrulhados

    ResponderEliminar