quinta-feira, 25 de abril de 2013

ABRIL

PORQUE HOJE É ABRIL





Fotografias de Alfredo Cunha "retiradas" do livro 
O DIA 25 DE ABRIL DE 1974
76 FOTOGRAFIAS
E UM RETRATO
(editora Contexto)


" Eu a comandar um esquadrão de carros de combate pela Avenida da Liberdade abaixo...havia de ser bonito" Salgueiro Maia para Baptista da Silva, ambos oficiais da 9º companhia de comandos "Os Fantasmas".
 
" Com o despertar da manhã, são centenas as pessoas que observam boquiabertas o desfile da coluna em direcção ao Terreiro do Paço. Também os agentes da autoridade que estão de serviço na via pública hesitam entre facilitar a passagem da coluna ou interceptá-la a ordens do comando. O mesmo comando que ignorara, às três da madrugada, um alerta da polícia de Santarém, informando que saíra da Escola Prática um significativo contingente militar. A resposta de Lisboa é tranquilizadora: "Não se preocupem com isso. São manobras, não é nada connosco" António de Sousa Duarte, "Salgueiro Maia-Um Homem da Liberdade, Edições ASA.

(...)

ABRIL "existiu" não podemos deixar que grande parte das liberdades que neste dia foram conquistadas, sejam apagadas da MEMÓRIA!

9 comentários:

  1. Oh, mas já estamos a deixar...
    Há que dar uma volta a isto!
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Uma memória que devemos defender e recordar.

    ResponderEliminar
  3. Urge fazer 'qualquer' coisa que impeça este 'sistema' de continuar a subtrair ao povo o que deveria ser do povo.

    Assim não vamos lá.

    Bom feriado para si, Maria Teresa.

    ResponderEliminar
  4. Essa memória tento guardar e proteger contra tudo e todos. Nem que tenha que fazer "cópias" em diversos discos externos ;) :)))))))

    Tudo de bom

    :)
    ;)

    ResponderEliminar
  5. Acho que vai ser Abril, pelo menos, até dia 30 deste mês...

    ResponderEliminar
  6. MUITO OBRIGADA A TODOS QUE POR AQUI PASSARAM, ESPERANDO QUE ESTE POSTE TENHA RECORDADO ABRIL!
    BEIJINHOS EMBRULHADOS MEUS!

    ResponderEliminar
  7. Vi ontem na TV uma reportagem sobre uma foto tirada por este fotógrafo, não no 25 de Abril, mas numa outra data posterior (penso que foi quando o FMI esteve cá nos tempos de Soares), e as mesmas pessoas nos dias de hoje, extremamente interessante.

    ResponderEliminar